A importância da língua francesa

uem está por dentro das novidades do mercado de trabalho sabe que o inglês deixou de ser um diferencial para conseguir um bom emprego ou uma promoção. A crescente globalização dos negócios e internacionalização das empresas demandam por um profissional versátil, capaz de negociar em mais de uma língua. Além do inglês, o francês é um idioma chave para negociações com fornecedores e enriquece seu

Q

currículo. Você não pode ficar para trás, entenda porquê.

O francês facilita o acesso às empresas francesas que têm uma presença econômica cada vez mais forte no Brasil. 15 grupos franceses estão entre as 200 maiores empresas do Brasil. No total, 850 empresas possuem filiais ou sedes no Brasil, empregando mais de 500.000 pessoas. No mundo, o francês é o 2º idioma mais falado no meio corporativo. Imagine o quanto seria importante um profissional capaz fazer negócios com fornecedores francófonos, participar de treinamentos, especializações e, até mesmo, fazer um estágio na França.

Falar francês é também uma vantagem para quem quer trabalhar no Canadá. Milhares de brasileiros sonham com essa oportunidade, já que o Canadá é um país de primeiro mundo, com alta taxa de empregabilidade, sucesso profissional e conforto social. Se você quer morar no Canadá, comece já a se preparar para transformar seu sonho em realidade. O processo de seleção para imigrar é complexo e feito em várias etapas, mas o critério principal é o domínio de uma das línguas maternas do país, francês ou inglês. E quem fala francês tem mais chances de sucesso, já que a concorrência é muito maior para os que falam só inglês.

O francês cresce para além das fronteiras da França e do Canadá, é uma língua importante para viajar e fazer negócios nos 5 continentes. O uso do francês é compartilhado por 80 estados e governos, 1 Bilhão de consumidores potenciais, 16% da população mundial, 20% do comércio internacional, representando para 33 países 14% dos IDE (Investimentos Diretos Estrangeiros) entrando no mundo, 15,3% do fluxo de IDE saindo e 14% da renda bruta mundial.

O francês é língua de comunicação internacional com vários canais de TV em francês, dentre os quais se destacam Euronews, TV5Monde, A24, France24, Arte e Canal+Afrique. A TV5Monde transmite programas para os 5 continentes e cobre 200 países, possui 55 Milhões de telespectadores toda semana e 243 Milhões de lares recebendo seu sinal. Ainda, 4 rádios em francês são internacionais: RFI, BBC Afrique, Africa Nº1, Medi1Radio. Na internet, o francês é a 4ª língua com 180 Milhões de usuários. O francês ocupa também um lugar privilegiado nas organizações internacionais, pois é língua oficial internacional na ONU, OTAN, União Européia, OMC e nos Jogos Olímpicos. Segundo a OIF (Organização Internacional da Francofonia), quase 300 Milhões de pessoas falam francês e estima-se que, se o progresso da escolarização em francês continuar no mundo, serão 767 Milhões de francófonos em 2060.

O francês é língua para a pós-graduação, atraindo estudantes de todo o mundo. Recentemente, o Ministério do Ensino Superior francês e da Pesquisa indicou que “o governo deseja adotar meios que permitam reforçar a influência universitária e científica da França e atrair mais estudantes e doutorandos vindos de países emergentes, sobretudo nos cursos de ciências e tecnologias”. Em 2013, a França se classificou em 3º lugar mundial de entrada de estudantes internacionais e acolheu quase 300.000 alunos, dentre eles 74,7% inscritos nas universidades. Os estudantes estrangeiros representam 12% do total de estudantes e 41% do total de doutorandos. Os universitários justificam sua escolha pela França: o valor dos diplomas, a qualidade do ensino e dos métodos e o baixo custo dos estudos.  Além dos cursos, a França conquista os estudantes graças a seu interesse turístico, sua “art de vivre” e a possibilidade de saídas e lazer.  Assim, 91% dos estudantes recomendariam a França como destino de estudos.

O francês é a língua da cultura e estimula o espírito crítico.  Prima de primeiro grau do português, a língua francesa foi formada aos caprichos da história pela mistura do gaulês, do latim e do frâncico. Saber francês significa ter acesso à biblioteca da Sorbonne em Paris, enriquecer sua pesquisa de mestrado ou doutorado, bem como deleitar-se ao ler Molière no original. Além disso, o francês é uma porta para o mundo da moda, da gastronomia e das artes.

Comece hoje mesmo o projeto do seu futuro e não fique para trás. Investir na língua francesa é adquirir um trunfo para os estudos, para o futuro profissional, para o acesso à informação e para a vida pessoal.

Fontes: OIF - Organisation Internationale de la Francophonie e Consulado Geral da França em São Paulo.